« Home | Breviário de fitas: sessão dois em um, dois » | Breviário de fitas: sessão dois em um, um » | E na volta do correio... Reservoir bitches! » | Breviário de leituras: Na Patagónia » | «Tudo é diferente / no Cairo quente» (notas de via... » | A propósito dos dias que se seguem... » | Breviário de fitas: Patriot act » | Breviário de fitas: dumd & dumber » | Breviário de fitas: gangsta's paradise » | Breviário de leituras: The dangerous alphabet » 

23 outubro 2008 

Breviário de fitas: the Josh Brolin show

W., Oliver Stone

«Who do you think you are... a Kennedy? You're a Bush! Act like one.»

Depois de JFK e de Nixon, seria justo esperar que W. fosse a mais cáustica e arrasadora das três biografias presidenciais de Oliver Stone. Mas a verdade é que Bush Jr. sai muito menos chamuscado do que seria de temer - menos que um vilão ambicioso, Stone vê o Presidente dos EUA como um tontinho fácil de manipular. Talvez por isso, este seja, afinal, o biopic mais subtil da trilogia: mais que o Bush estadista que todos nos habituámos a odiar, o que Stone nos mostra são retalhos da vida do Bush pessoal no seu caminho para a Casa Branca (um pateta alegre com que todos poderíamos simpatizar, não conhecêssemos nós a peça), intervalados por retalhos do dia a dia do cromo presidencial e sua administração, no caminho para a invasão do Iraque. Faz falta a política, fazem falta os bushismos, mas ainda assim, a verdade é que, no final - de Colin Powell (apesar de tudo, o mais sensato) a Dick Cheney (a personificação da ganância) - ninguém fica bem visto no retrato. De resto, o que fica é a extraodinária interpretação de Josh Brolin e a banda-sonora, cínica q.b.
__________

Etiquetas:

Links to this post

Criar uma hiperligação

B.I.

Coisas Breves

Powered by Blogger
and Blogger Templates