« Home | Haiku du jour » | Breviário de leituras: My godawful life » | Paris: notas de viagem » | Words from the wise (9) » | Sexta-feira, 13 » | Cut / copy / print / paste * » | Num mês... » | Breviário de fitas: Sin city » | Factura da tacícula radial » | «Oh, kiss me / Flick your cigarette, then kiss me»... » 

19 março 2009 

Breviário de fitas: Winter, the Spring of genius (parte 1)

Gran Torino, Clint Eastwood

«Ever notice how you come across somebody once in a while you shouldn't have fucked with? That's me.»

Que seja este o adeus de Clint Eastwood, o actor, é tanto mais tocante e significativo quanto todas as histórias que Walt Kowalski guarda na memória. As histórias que, quando desenhadas ao de leve pelo avançar de Gran Torino, conhecemos de cor, porque as vimos nos filmes de Clint Eastwood - seja no olhar em grande plano do cowboy sem nome ou no rancor ameaçador de Dirty Harry, seja no sofrimento de Frankie Dunn ou na teimosia de Frank Horrigan. Se Gran Torino é, assim, o adeus anunciado de Clint Eastwood, o actor (e que imenso adeus é este), pois que descanse em paz, como Walt Kowalski e todos os que ficam para trás. Clint Eastwood, o actor, morreu; viva Clint Eastwood, o realizador.
__________

Etiquetas:

Links to this post

Criar uma hiperligação

B.I.

Coisas Breves

Powered by Blogger
and Blogger Templates