« Home | Reality life* » | Forninho eléctrico (ouvido na rua) » | Um poeminha que era para ser de cartão » | Aforismos de Hortênsio Flor* » | Não há coincidências » | Poéticas, dia 3: «Lost in the supermarket» » | A hard day's tweet » | Poéticas, dia 2: «O importante são as canções» » | Poéticas, dia 1: «Rimar Wynona com c***» » | Breviário de leituras. Regresso à Patagónia » 

18 abril 2009 

Breviário de leituras: O código Stravinci

O código Stravinci, Toby Clements

«James começou ainda antes de pedirem a comida. Como de costume, ficou admirado com o pouco que as pessoas sabiam sobre a Ordem de Psião.
- A Ordem foi fundada no século XIII por uma mulher chamada Wolfram von Essenbach que...
- Wolfram é nome de homem, non? - interrompeu Emily.
- É. Houve muitas escritoras que usaram pseudónimos. Muitos escritores que pensamos terem sido homens foram, na verdade, mulheres.
- Shakespeare?
- Chamava-se Judith.
- Voltaire?
- Susan Voltaire.
- Geoffrey Chaucer?
- Não, esse era homem. Casou-se com Giovanna Boccaccia em 1347.
- Boccaccia? Pensava que isso era um tipo de pão.
- Muito bem, Emily, isso é bocadillo. Uma palavra espanhola. Pode comer-se com queijo ou fiambre. Queso ou jámon. Por coincidência, deve o seu nome a Maria Bocadillo, que escreveu Dona Quixote e casou mais tarde com o conde inglês de Sandwich, que deu o nome à cor azul-esverdeada.»
__________

Etiquetas:

Links to this post

Criar uma hiperligação

B.I.

Coisas Breves

Powered by Blogger
and Blogger Templates