« Home | Un scurt poem în limba română » | O último contra-ataque de Sérgio Conceição » | «Oh my God, they killed Kenny!» » | Lições para a rentrée » | Igualdade de oportunidades: e se a nova directora ... » | Fumar é um direito, fumar é um dever cívico » | Breviário de fitas: Au revoir les nazis » | It's the end of the world as we know it » | (Por falar nisso, » | O efeito Larsson, 2.2 » 

30 agosto 2009 

Breviário de fitas: «As time goes by»

Up - Altamente, Pete Docter & Bob Peterson

«Thanks for the adventure. Now go have one of your own.»

Que o cinema de animação já não é coisa de crianças, já não é novidade. Novidade, é que o cinema de animação seja, hoje, coisa para avós. Porque apesar da criancinha irritante mas entusiasmada que viaja à boleia, dos cães que falam e do gambuzino gigante, o novo da Pixar é uma história sobre velhotes. Ou duas: a do amor entre um velho rezingão e a memória da sua falecida mulher e a do duelo entre o idoso herói e o seu ainda mais idoso herói de criança. Se a Pixar já há muito tinha chegado à idade adulta, com Up o cinema de animação chega à terceira idade. E de forma tão hilariante quanto altamente comovente.
_________

Etiquetas:

Links to this post

Criar uma hiperligação

B.I.

Coisas Breves

Powered by Blogger
and Blogger Templates